Em Foz, polícia prende argentino que xingava brasileiros em ônibus

Nove argentinos foram impedidos de entrar no País

 

Na madrugada desta quarta-feira (2), nove argentinos foram impedidos de entrar no Brasil através de Foz do Iguaçu e um foi preso pelo crime de desobediência e resistência e encontra-se detido na Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

Por volta das 2h de hoje, policiais federais que realizavam procedimentos migratórios com passageiros de um ônibus que fazia a linha Buenos Aires/ARG – São Paulo/SP, na aduana da Ponte Tancredo Neves, foram informados que 10 argentinos estavam ameaçando e injuriando passageiros brasileiros e um deles chegou a agredir um dos motoristas.
A situação ocorrera porque o ônibus partiu de Buenos Aires com um atraso de dois dias, devido às péssimas condições climáticas na região da capital argentina. Um grupo de argentinos, que possuíam ingressos para assistir o jogo das oitavas de final da seleção argentina, na Arena Corinthians, estava irritado com o atraso. Eles obrigaram o motorista a parar o ônibus em um local que pudessem assistir o jogo pela televisão, na cidade de Corrientes/ARG. Durante a partida entre as seleções, o motorista quis seguir viagem, mas era impedido pelo grupo de argentinos, que se postavam em frente ao veículo, momento em que um deles agrediu o motorista com um soco no rosto.
O motorista contornou a situação e seguiu viagem. No caminho, os argentinos ameaçaram e injuriaram os passageiros brasileiros que testemunharam a agressão, para que os mesmos não relatassem nada às autoridades brasileiras.
Logo após tomarem conhecimento do ocorrido, os policias de plantão na aduana da Ponte Tancredo Neves identificaram o agressor e o impediram de entrar em território nacional. Quando um dos policiais federais se dirigiu ao ônibus para comunicar ao motorista que o ônibus seria liberado para seguir viagem, foi informado que os passageiros brasileiros continuavam sendo ameaçados pelos argentinos.
Diante destes fatos, os policiais determinaram aos argentinos que descessem do ônibus para esclarecimentos, momento em que um deles se recusou a atender tal ordem, sendo necessária utilização da força para retirá-lo do ônibus. Este indivíduo foi preso por desobediência e resistência.
Ás 4h20, todos os passageiros foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal para prestar declarações perante o Delegado de plantão. Devidamente identificados pelos demais passageiros, os argentinos foram comunicados que sua entrada ao território nacional não seria autorizada, motivo pelo qual foram encaminhados à fronteira com a Argentina.

Fonte: Bem Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *