Informações mais detalhadas sobre o caso de tráfico de drogas dessa semana em Jaguapitã

No dia 29/07 (Terça-feira), por volta das 22h, ocorreu um caso de tráfico de drogas em Jaguapitã, e o PJ noticiou (Veja aqui).

Em relação ao ocorrido, a equipe Portal Jaguapitã apurou informações mais detalhadas.

Segundo os policiais, há dias já haviam sido feitas denúncias sobre tráfico na residência dos envolvidos (uma casa na Rua André Podeleski) e há cerca de semanas já faziam patrulhamento na intenção de encontrar os envolvidos em atitude suspeita.

Nessa data, a equipe observou uma mulher trajando roupa de cor clara do lado de fora da residência. Ao receber voz de abordagem, tentou fugir mas a polícia conseguiu abordá-la. A mesma foi identificada como Rosana. Consigo, em seu bolso, se encontrava duas pedras de crack. Com autorização da mesma, os policiais entraram em sua residência.

A polícia então fez contato com as pessoas que habitavam a casa (Willian, Camila e Ana Paula), e através deles, foi descoberta as localizações dos entorpecentes.

Willian mostrou onde se encontrava as porções de cocaína. Estavam enroladas em um plástico branco no fundo do quintal da residência.

Camila levou os policiais até um jardim na residência em questão e mostrou onde ficava uma plantação de maconha pronta para ser comercializada. Após mostrar a plantação, os policiais tomaram rumo ao cemitério, onde as porções de crack estavam enterradas, como citadas na primeira matéria.

Dentre os três, Ana Paula foi a única que disse não saber da localização de nenhum entorpecente.

Na casa, a equipe policial indagou Rosana, a proprietária da residência, que confessou estar envolvida no tráfico, e que adquiria a droga por intermédio de Andreia, conhecida pelos policiais por ser a maior fornecedora de drogas ilícitas em Jaguapitã.

As porções de maconha eram divididas com valores de R$10,00 (Dez reais) e R$20,00 (Vinte reais) e as pedras de crack eram vendidas a R$10,00 (Dez reais). A porção de cocaína era dividida para fazer comercialização. O tráfico de drogas era a fonte de sustento a todos daquela residência.

Todos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Jaguapitã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *