Morre arcebispo emérito de Cascavel, Dom Armando Círio, aos 98 anos

Ele morreu por volta das 23h30 de segunda-feira (11), no hospital.
Velório é aberto ao público; a cada duas horas serão celebradas missas.

Morreu por volta das 23h30 de segunda-feira (11) o arcebispo emérito deCascavel, Dom Armando Círio, aos 98 anos. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com pneumonia desde o dia 2 de agosto. Ele sofreu uma parada cardíaca. A informação foi confirmada pela Arquidiocese de Cascavel.

Dom Armando Círio foi nomeado bispo da cidade em 1979. Ele renunciou ao cargo de bispo em 27 de dezembro de 1995, quando foi substituído por Dom Lúcio Ignácio Baumgaertner. Durante a trajetória na igreja, ordenou mais de 80 padres incluindo o cardeal Odilo Scherer, que foi um dos nomes cogitados a ser Papa em 2013.

Após a renúncia, ele passou a escrever livros e fazer atividades sacerdotais na Paróquia São José Operário, em Cascavel, onde foi fundador.

O velório do corpo é aberto ao público, na Catedral Nossa Senhora Aparecida. A cada duas horas, serão celebradas missas.

O corpo de Dom Armando será sepultado na cripta da Catedral. Os ritos finais devem ocorrer às 15h de quarta-feira (13), com a celebração da missa de corpo presente.

O Bispo Dom Mauro Aparecido dos Santos lembrou a lucidez de Dom Armando e também a vontade que ele tinha de viver. “Nós só temos recordações de um homem que tinha uma visão para o futuro. Ele tinha uma personalidade bastante forte, com ele não tinha meias palavras e o que tinha que falar ele dizia na cara mesmo”, afirmou.

O prefeito de Cascavel, Edgar Bueno (PDT) e o prefeito de Toledo, Beto Lunitti (PMDB) decretaram luto oficial de três dias pela morte do arcebispo. Em nota, Edgar Bueno destacou o pioneirismo de Dom Armando. “Dom Armando foi um homem batalhador, que marcou sua trajetória com devoção e exemplo de vida. Vai nos deixar muita saudade e um legado de perseverança e fé”, disse o prefeito.

História
O arcebispo nasceu em Calamandra, na Itália, no dia 30 de abril de 1916. Cursou Filosofia e Teologia durante o 2° grau em seminários da Congregação dos Oblatos de São José (OSJ). Ordenou-se sacerdote em 29 de junho de 1940, na cidade italiana de Asti, aos 24 anos. Após a ordenação foi designado para ser o responsável por um Orfanato da Diocese.

Durante dois anos, 1941 e 1942, dirigiu um colégio de regime semi-internato, em Nuoro, na Ilha da Sardenha. Em 7 de janeiro de 1947, fez uma viagem de navio para o Brasil com mais cinco padres. Eles saíram do porto de Gênova e chegaram a São Paulo 14 dias depois. Atuou durante um ano como vigário e depois ficou um ano como pároco na paróquia Vila dos Lavradores, em Botucatu (SP). Em seguida foi nomeado pároco de Apucarana, no norte do Paraná, onde ficou quase 12 anos.

Em 28 de agosto de 1960, recebeu a ordenação episcopal e assumiu a Diocese de Toledo, no oeste. Em 1978, foi transferido para a recém criada Diocese de Cascavel, tornando-se o primeiro bispo da cidade  em 1979, tornou-se Arcebispo Metropolitano.

Dom Armando planejou a construção da Catedral de Cascavel. O desenho, que lembra o manto de Nossa Senhora, foi criado por ele.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *